Terapia para Adolescentes - Marina Tschiptschin Francisco
17305
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-17305,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-16.8,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

O QUE VOCÊ ESTÁ SENTINDO?
Você é pai ou mãe de adolescente, sentindo-se perdido nessa difícil questão que é a de se entender com ele? Ou, quem sabe, você seja o próprio adolescente, em busca de respostas e alívio para uma grande inquietação. Um período de terapia vai lhe fazer bem, trazendo clareza, respostas, maneiras criativas de enfrentar as dificuldades e paz de espírito.

 

QUAIS OS SINAIS QUE RECOMENDAM UMA TERAPIA?
Um adolescente ansioso pode estar sofrendo muito, e talvez esteja descarregando esse sofrimento naqueles que lhe são mais próximos, seus familiares. Poderá estar buscando uma fuga em diversos tipos de vício, entre eles as drogas. Talvez esteja muito aberto a um grupo com o qual possa identificar-se, e nisso corre o risco de fazer uma opção às vezes excessivamente radical.
Poderá estar assustado com o que está acontecendo dentro dele. Alguns sinais de que esteja precisando de acompanhamento psicoterapêutico: isolamento, apatia, desânimo, desinteresse pela escola, preguiça excessiva, medo de se expor, agressividade, companhias que inspiram preocupação, etc.

 

MÉTODO
Em geral, o adolescente é precedido pelos pais, que vem trazendo queixas carregadas de preocupação e sensação de impotência. Uma vez feito o contato com os pais, recomenda-se que tragam o adolescente. A partir desse momento, o contato com a terapeuta passa a ser exclusivo do adolescente, criando-se entre os dois um vínculo de confiança que não deve ser rompido, a não ser que o próprio adolescente peça que os pais se façam presentes. E então se inicia um processo terapêutico, cuja duração será estabelecida entre a terapeuta e o paciente. Serão sessões semanais que se desenvolverão dentro de uma abordagem transdisciplinar que conta fundamentalmente com elementos de psicanálise e visualizações ativas, podendo abranger, conforme o caso, elementos de expressão corporal. Visando, em última análise, uma remodelagem do psiquismo, direcionando-o à auto-realização.

 

FORMAÇÃO & ANTECEDENTES
USP, Universidade de Temple e Universidade Presbiteriana Mackenzie, com Mestrado em Distúrbios do Desenvolvimento

Terapia para Crianças

Cuidando como de pequenas mudas num viveiro, que vingam com amor e inteligência

Terapia para Adultos

Procurando o ponto de equilíbrio e paz interior, em busca da energia vital para continuar

Terapia para Casais

A harmonia deixou de existir?

 

Para onde foi tanta coisa boa que havia entre vocês ?

Terapia Holística

Colocando em ordem os desequilíbrios, conseguimos voltar ao estado natural !

.

Terapia para Adolescentes

Atendendo aos profundos anseios e desafios dessa passagem da infância ao mundo adulto

Terapia para Deficientes

Encontrando sua identidade mais profunda, dentro da qual se reconhecem e descobrem seu potencial criador.

Terapia para Estrangeiros

Sendo um estrangeiro no Brasil, fazer-se entender na sua própria língua é trazer toda sua memória emotiva

Orientação para Pais

No tratamento de crianças é fundamental a orientação dos pais, para que a família como um todo se equilibre

Orientação Professores

No tratamento de crianças, a integração dos professores no trabalho em equipe, pode ter grande valor

Comunicação Corporal

para Artes Cênicas, Dança,

Psicopedagogia, Arte Terapia, Arte Educação e Educação Especial